Compras no Panamá

Fiz uma longa (9 horas) escala no Panamá, de propósito, para conhecer um pouco da cidade e fazer compras. Li vários relatos em blogs, dizendo que o Panamá é um ótimo local para comprar roupas, eletrônicos, tênis… Saí do aeroporto e fui ao guichê de informações turísticas, que fica na parte de baixo do aeroporto, para pegar um ônibus gratuito com destino ao Shopping MetroMall. (O país é tão “vendido” em função do turismo de compra, que, estrategicamente, o próprio shopping oferece transporte gratuito saindo do aeroporto). Do aeroporto internacional para o shopping, são cerca de 15 minutos. Utilizei esse transporte apenas para chegar a uma área mais movimentada e de lá pegar um ônibus para o maior shopping da cidade (Albrookmall). Fiz um passeio pelo Metromall, mas não cheguei a averiguar se os preços eram relevantes, pois não tinha muito tempo, então, decidi escolher apenas um foco de compra, no caso, com mais opções e melhores preços (Albrook, pelas minhas pesquisas). Como o Metromall é muito próximo ao aeroporto, os preços lá ainda são salgados. Pode ser que tenha algo que valha a pena, se você tiver tempo, arrisque-se.

Em frente ao Metromall, há uma parada de ônibus. Lá você compra um cartão para tramitar pela cidade (custa 2 dólares) e você precisa carregá-lo. Cada viagem custa cerca de 0,25 a 0,50 centavos (bem barato). Se você estiver acompanhado, basta comprar um cartão apenas, recarregá-lo e passá-lo várias vezes. O sistema de transporte deles é meio parecido com o sistema de transporte de Curitiba. A maioria dos ônibus, que passam em frente ao Metromall, passam em Albrook, que é um bairro. São cerca de 45 minutos a 1 hora e 20 minutos do aeroporto ao shopping (depende do horário).
O centro de Panamá lembrou-me, em alguns momentos, São Paulo. Porém, há uma parte bem característica do Panamá, próximo ao Canal do Panamá: construções muito modernas e diferentes. Achei o contraste, no entanto, entre os esgotos a céu aberto com o contexto urbano desenvolvido bastante caótico. Não achei a cidade bonita :S. É tudo um caos. Na verdade, não é muito diferente dos grandes centros urbanos, mas sério, a cidade tem uns trechos de esgotos que desaguam no mar, terríveis. A impressão que tive foi passar por um grande mangue sujo rodeado de prédios muito bonitos. Talvez valha a pena, no entanto, conhecer Bocas del Toro e algumas ilhas ao redor deste país. O aspecto natural do Panamá pareceu-me bastante exótico. Imagine uma mistura de Pantanal com Caribe?? Quem curte natureza, vale muito a pena conhecer o país nesse aspecto.

(Voltando para o shopping…)

O Albrookmall, ao contrário do que li pela internet, é um shopping comum. Eu confesso, no entanto, que não achei uma boa ideia, na praça de alimentação, haver um carrossel GIGANTE rrsrsrs em um estilo de novela mexicana rsrsrs.

Shopping Panamá

Busquei por algumas marcas no shopping, como Brooksfield e havia, de fato, algumas coisas baratas, mas não encontrei uma peça de roupa que cabia em mim (diferente do Brasil, por exemplo). As lojas locais são TERRÍVEIS. Há uma, chamada TITAN, que é uma espécie de Riachuelo 30 vezes pior (sério, não vale a pena). Lá há uma área de jeans por 4 a 20 dólares, mas as peças são tão vagabundas, com costuras bizarras. Até as camisetas não são usáveis. Definitivamente, não vale a pena. Fui à Zara, mas os preços também não eram atrativos, ao contrário do que li por ai. Se você procurar, você vai encontrar uma ou outra peça em conta. Visitei mais umas 15 lojas, algumas marcas canadenses, americanas, mas os preços não eram diferentes dos preços no Brasil. E as roupas de algumas marcas brasileiras, como Renner, são muito mais bonitas e baratas do que uns trapos que encontrei por lá na Zara, na polo U.S, Brooksfield… Sinceramente, se este é o shopping mais barato que existe no Panamá, não vale a pena fazer compras lá. A não ser que você use roupas bem vagabundas e feias (mal-feitas). Não vale a pena pegar um avião, viajar tanto para encontrar roupas legais pelo mesmo preço do que no Brasil ou encontrar uma ou outra opção em conta. Isso é pura ilusão. Além disso, paguei imposto em algumas lojas (7% na Zara). Comprei um casaco lá, no final das contas saiu por mais de 200 reais. E o único motivo que me levou a comprá-lo foi o fato de eu ter gostado muito, mas sei que paguei caro pela peça. A única coisa “barata” que havia por lá era tênis. Vi um tênis “bonito” por 20 dólares, mas a costura e material pareciam ser de loja de departamento.
Se você estiver passando pelo Panamá, vale a pena sair do aeroporto, mas se o objetivo for exclusivamente fazer compras, sinceramente? vá para outro destino!
Há uma outra área lá talvez mais em conta (ciudad de Colón: zona de livre comércio), mas é longe (1h de distância). Fica inviável ir de táxi. Não cheguei a verificar o que eles vendem por lá, mas se for os mesmos “trapos” que encontrei pelas lojas locais do Panamá, prefiro comprar em lojas locais brasileiras. No final das contas, as pessoas fazem muita propaganda sobre o Panamá, mas não acho que valha a pena. Pela minha experiência, acredito que as pessoas estão apenas seduzidas pela consumo e deliram, dizendo que vale a pena ir a esse país. Se você usa, no entanto, qualquer tipo de roupa, pode ser que valha a pena. Quando fui à Argentina, encontrei roupas de fato boas, bonitas e baratas, muito mais baratas do que no Panamá.

Share on Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *