Carta de solicitação e de reclamação

 A carta de solicitação e a carta de reclamação são gêneros textuais próprios do domínio discursivo comercial/interpessoal, e poderão fazer parte dos dois domínios a depender do tipo da carta e do contexto linguístico inserido.

Nas cartas de solicitação, além é claro das tipologias textuais comum aos outros tipos de carta, verificamos o predomínio do tipo injuntivo, como verificamos no exemplo:

Timbre da empresa
Dep. de vendas
Nº 02/09

Ao Diretor do Dep.de Faturamento
João Esleveriano da Costa

Recife, _____ de fevereiro de 2009.

Prezado Senhor,
Solicito a esse departamento, do qual V.Sª. é diretor, que tenha a gentileza de enviar-me a tabela de faturamento do último mês, a fim de que possamos conferir algumas vendas realizadas.

Antecipo-lhe meus agradecimentos, certo de que serei prontamente atendido, dada a eficiência desta seção.

Subscrevo-me.

Cordialmente,
 
Antonie Bernardo da Luz.
Chefe do departamento de vendas

No modelo de carta de solicitação, o objetivo é requerer algo, e em alguns exemplos de cartas, como este acima, a tipologia expositiva também se sobrepõe, junto à injutiva.

Nas cartas de reclamação, verifica-se que há dois tipos de tipologia mais evidentes, a tipologia narrativa e a tipologia injuntiva, conforme exemplo abaixo:

Remetente:
João da Silva
Rua dos Joaquins, nº 01, Bairro JJ
000-000 Campinas do Sul

Destinatário:                 

COMPUTERLY, LTDA.
Rua do equívoco, nº 2
0000-000 Campinas do Sul

Campinas do Sul, 29 de Fevereiro de 2009.

Assunto: computador entregue com estragos aparentes

Exmo(s). Senhor (es),

No último dia 05 de Fevereiro, dirigi-me ao seu estabelecimento, situado na Rua do equívoco, nº 2, como endereçado, a fim de comprar um computador. Após escolher o modelo que me interessou, solicitei que a mercadoria fosse entregue na minha casa. Para tanto, assinei a nota de encomenda e paguei a taxa para que fosse realizado o serviço. No dia 10 do mesmo mês, foi-me entregue o computador encomendado, no entanto, após ligar o aparelho na tomada constatei que o mesmo emitia mais de 8 apitos e não funcionava.
Diante deste fato, recusei o computador e solicitei que me fosse enviado outro exemplar em excelente estado, o que faria jus ao valor já pago. Entretanto, até a presente data continuo à espera.
O atraso na resolução do problema vem ocasionado vários transtornos ao meu cotidiano. Por este motivo, demando que outro computador de mesma marca e modelo seja entregue, sem falta, dentro de 3 dias úteis. Caso contrário, anularei a compra e exijo o dinheiro do pagamento de volta.

Sem mais,

João da Silva.
 

Anexos: fotocópias da nota fiscal de compra e do recibo da taxa de entrega.

 No texto, verificamos que antes de solicitar um serviço, a carta de reclamação requer que o autor narre os acontecimentos anteriores que justifiquem a reclamação.

Quanto à coesão, verificamos que na carta de solicitação, há pequenos trechos que utilizam marcas coesivas como (solicito a esse departamento), que retoma o vocativo ou endereçamento da carta. Na carta de reclamação, o elemento coesivo é extremamente necessário para unir os trechos narrativos com os argumentativos e injuntivos, como, por exemplo, (diante deste fato, recusei o computador)

Quanto à situacionalidade, o grau de formalidade desses textos, em contextos comerciais e interpessoais geralmente é forte. Tornar o texto menos coeso ou coerente, nesses casos que necessitam de um certo protocolo, podem desconstituir a intencionalidade do texto.

Como esses modelos de textos costumam ser formais, não recebem geralmente remissões a outros textos, e não mantém relações com outros textos de forma implícita, pois a correta compreensão do texto é necessária e faz parte do critério de intencionalidade das cartas, que deseja que o texto seja claro, coeso e coerente, para que os problemas ou pleitos sejam resolvidos.

Em relação à informatividade, ambos os textos devem explicitar previamente a informação, Nesse caso, não há equilibrio entre informação nova e velha, e todas as informação são dadas como novas ao leitor, necessitando uma especificação grande de informações.

Mesmo com um número de informações novas muito grande, os textos são informativos. A previsibilidade desses textos não se concentra, no assunto especifico, mas no modelo de carta, que já prepara o leitor para um texto que reclama e pleiteia alguma solução.

Fonte: Harrison Rocha. Curso de especialização em revisão de textos.

Share on Facebook

2 pensou em “Carta de solicitação e de reclamação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *