São José dos Campos Revisão de Texto

São José dos Campos Revisão de Texto

Você reside em São José dos Campos e busca por serviço de Revisão de Texto? Seja muito bem-vindo ao meu site! Sou Revisor de Texto, Consultor e Linguista. Sou Mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística – PPGL – UnB (Universidade de Brasília), linha de pesquisa: discurso, representações sociais e texto – Especialista em Revisão de Textos pelo Cesape – (ICPD Instituto Ceub de Pesquisa e Desenvolvimento – Centro de Especialização, Aperfeiçoamento, Extensão e Pós–Graduação) – Graduado em Letras – UnB.
Revisei, nos últimos anos, mais de 50 mil laudas (relativas a vários gêneros textuais, especialmente gêneros acadêmicos), possuo vários atestes de capacitação técnica emitidos pelo governo, prestei serviço para instituições como Organização das Nações Unidas, Fundação Cultural Palmares. Estive envolvido em projetos de publicação de livros como Escritor Fantasma e, também, no processo de diagramação destes. Prestei Consultoria para elaboração de trabalhos acadêmicos na área de humanas, também ofereço cursos de redação. Auxilio muitos estudantes a se prepararem para aprovação em processo seletivo de Mestrado. Apaixonado por outras culturas, já residi em mais de 10 e visitei mais de 30 países. Busco ajudar as pessoas e transformar o mundo em um lugar melhor.
Meu lema: “viva a vida que você imaginou”. Henry Thoreau

Por que você deve contratar o meu serviço?

1. Trabalho há mais de dez anos nesta área.
2. Sou perito em minha própria área, iniciei a minha carreira como Revisor de Textos no Supremo Tribunal Federal (STF) e também fui convidado para atuar em dois projetos como Revisor de Textos de inventários de um escritório da ONU (Organização das Nações Unidas) no Brasil. Também revisei um livro sobre a história da cidade de São José dos Campos.
3. Sou bastante atencioso e perfeccionista.
4. Faz mais sentido contratar diretamente prestadores de serviço, freelancers a contratar o serviço de uma empresa que explora profissionais e promove a desigualdade social. Eu sou pessoa jurídica, mas trabalho SOZINHO em minha empresa e cada centavo que eu recebo é oriundo de meu próprio esforço.

Preços e serviços

  • Revisão simples: R$ 5,00 a lauda (1.300 caracteres com espaços).
  • Formatação de acordo com as normas da ABNT: R$ 4,00 a lauda.
  • Revisão comentada: R$ 10,00 a lauda.
  • Revisão crítica: R$ 10,00 a lauda.
  • Revisão e formatação: R$ 7,00 a lauda.

Obs: possuo CNPJ, atestado de capacitação técnica, emitimos nota fiscal e, também, temos registro no CNPq.


Contatos

https://www.facebook.com/profile.php?id=100006847726138

Telefones: (61) 91236091 (Whatsapp) (entre em contato no horário comercial)

E-mail: andersonhander@gmail.com ou servicos@criteriorevisao.com.br

Share on Facebook

Algumas definições sobre Revisão de Texto

Algumas definições sobre Revisão de Texto

Há vários mal entendidos acerca do ofício de Revisão de Texto. Trago, neste post, algumas definições acadêmicas de pesquisadores na área para levá-los à reflexão e à desconstrução dessa profissão tão importante. Por favor, vamos desconstruir essa ideia de Revisão de Texto ligada, especificamente, ao ramo de editoração. Também, acredito que seja de extrema relevância desconstruir a imagem de um Revisor, bem como de suas técnicas ligados ao universo escolar, como se houvesse extrema conexão entre corrigir redações de estudantes de escola e revisar textos de gêneros diversos de clientes (este seria tópico para longas discussões que deixarei para outro post). Revisar textos e corrigir redações são práticas diferenciadas, que podem ser realizadas, sim, pelo mesmo profissional, mas não necessariamente. Quero dizer que a formação para a docência em Língua Portuguesa não autoriza (apesar de não haver  questão legal envolvida) ou mesmo prepara um Revisor de Textos, pode, no entanto, dar uma base a este. Além disso, corrigir redação é uma prática diferente de revisar um texto (não no sentido do objeto do Revisor, o texto, mas de sua prática em si e de sua finalidade). Por outro lado, a formação para o ofício de Revisão de Texto não autoriza a prática de docência ou mesmo prepara um Professor. Portanto, Revisores de Texto precisam de FORMAÇÃO para exercer essa profissão, e eu diria mais, eu acredito que seja quase obrigatória a formação em Letras, especialmente em virtude de esse curso ACADÊMICO ser estruturado com base na CIÊNCIA que estuda a Língua, a Linguística, cujo objeto de estudo é a língua, e uma de suas ramificações é a Linguística Textual.

Ser Professor é diferente de ser Revisor de Texto. A prática de correção de redação é diferente da prática de Revisão de Texto. Corrigir redações escolares não consiste em ofício de Revisão de Textos. Essa confusão ocorre, especialmente, em virtude de muitos pensarem que o papel do Revisor de Textos é, somente, corrigir erros gramaticais. Na verdade, este não é tampouco o papel de um Professor. Quero dizer, com essa separação de áreas, que essas práticas profissionais, especialmente por serem diferenciadas, exigem FORMAÇÃO DIFERENCIADA e não devem ser banalizadas com o discurso de que QUALQUER UM PODE ENSINAR ou QUALQUER UM PODE REVISAR.

Revisar é apor vista a alguma coisa; é ler o texto a fim de consertar-lhe possíveis “erros”, sejam eles relativos à estrutura (redação, digitação, tipografia etc.) ou ainda relativos ao aspecto linguístico de adequação do modo como o conteúdo é apresentado/exposto. (ROCHA, 2012, p. 36).

[…] a revisão de textos constitui uma atividade relacionada com as questões de linguagem, presentes em várias instâncias da vida humana, como trabalhos escolares e acadêmicos, jornalísticos e publicitários, jurídicos e legislativos, em âmbito público, e ainda nas relações familiares, nas conversas entre amigos, nas conversas ao telefone, entre outras, em âmbito privado. (OLIVEIRA, 2010, p. 17).

Numa revisão, subentende-se, foram delegados poderes ao seu agente (o revisor), para aprimorar o texto do autor. Aquele é, assim, extensão do autor. Ao mesmo tempo o revisor é leitor – o comum, o exigente, o ingênuo. Cabe-lhe então desenvolver uma forma de leitura em que atue como decisor linguístico, mas na condição de público alvo ao mesmo tempo, desenvolvendo ainda a habilidade de verificar não só forma como conteúdo. (COELHO NETO, 2008).

Revisar é muito mais do que isso. Não é só o domínio de regras, é também saber perceber alguns aspectos textuais, como a obediência à estrutura frasal ou as repetições desnecessárias, além do domínio semântico. Possuir o conhecimento que vai além das questões de forma também é preciso. Porém, o principal da profissão é justamente a riqueza e a possibilidade de fazer pesquisas. É por meio dela que se consegue analisar a linguagem, percebendo-se se ela está adequada ao objetivo e à mensagem do autor, assim como por meio dela é possível verificar o seu sentido. (CAVALCANTE 2011, p. 55).

i) revisão gráfica: trata das questões relacionadas com a apresentação e com a composição visual e material do texto; ii) revisão normalizadora: ajusta o texto às normas bibliográficas e editoriais; e iii) revisão temática: verifica a propriedade e a consciência das formulações de um texto em função de um determinado sistema de conhecimento determinado. (COELHO e ANTUNES, 2010, p. 207).

Referências

ROCHA, Harrison da. Um novo paradigma de revisão de texto: discurso, gênero e
multimodalidade. Brasília, 2012.

OLIVEIRA, Risoleide Rosa Freire de. Revisão de textos: da prática à teoria. Natal,
RN: Edufrn, 2010.

COELHO NETO, Aristides. Além da Revisão: critérios para revisão textual. 2. ed.
São Paulo: SENAC, 2008.

CAVALCANTE, Marina Pereira. Os desafios da produção textual e a importância do
revisor na análise de textos. Brasília, 2011.

COELHO, Sueli Maria; ANTUNES, Leandra Batista. 2010. Revisão textual: para além
da revisão linguística. Scripta, Belo Horizonte, v.14, n 26, p. 205-224, 1º sem. 2010.

Share on Facebook

Revisão de Texto

Revisão de Texto consiste, grosso modo, no processo de conferência e ajuste de normas  de textos, mas não se limita, apenas, a esse processo. É comum que Revisores busquem, por exemplo, uniformizar a linguagem de textos de autores (+ ou – formal) levando em consideração o gênero textual, o público-alvo ao qual o texto se destina e contexto de circulação deste. O processo é variável, mas pode ocorrer em nível lexical, morfológico, sintático, pragmático e estilístico. Isso significa que o Revisor pode alterar uma palavra, uma sentença, uma oração, um parágrafo, uniformizar o estilo do texto do autor e até desconstruí-lo por meio de crítica. São poucos os revisores que trabalham com essa concepção mais crítica. A grande maioria deles pensa o ofício de revisão de maneira limitada, realizando, apenas, alterações gramaticais e ortográficas. Outras, inclusive, não fazem a menor distinção entre Revisão de Texto, formatação e diagramação. Há também um outro grupo que se julga bom leitor e conhecedor, simplesmente, de normas relativas à gramática normativa, e acredita ser competente para, sem formação, ou formação em qualquer área do conhecimento, revisar.

Até chegar a sua versão final, deve ser submetido a diversas fases de revisão. Após a primeira revisão, que deveria ser realizada pelo autor, o Revisor revisa o trabalho para que os eventuais problemas e/ou inadequações sejam reduzidos. A “última fase” do processo de Revisão de Texto consiste na conferência por parte do autor das interferências do Revisor, para verificar se suas intenções e ideias foram corretamente interpretadas.

O processo de Revisão de Textos pode ser dividido nas seguintes etapas, aplicáveis segundo o tipo de texto em questão:

Revisão primária

A primeira revisão aponta incoerências, repetições, uso inadequado da língua e falta de normalização. Vale-se, normalmente, de mecanismos eletrônicos de verificação da ortografia e sintaxe. Nesse etapa, também, pode ocorrer o processo de Formatação e organização básica do texto (Formatação de Texto e Revisão de Texto são serviços diferenciados, embora possam ser realizados por um Revisor de Textos), para que, futuramente, se for o caso, seja diagramado para publicação.

Revisão secundária

Verifica a uniformidade e constância temporal e pessoal das formas verbais, vícios de eufonia, linguagem oral ou desconhecimento etimológico, clareza, ordenação sintática e hierarquização das idéias. Verificação dos aspectos linguísticos, conferindo os diferentes aspectos:

– erros de digitação, ortografia, pontuação e concordância não detectáveis pelos revisores eletrônicos;

– uniformidade e constância temporal e pessoal;

– vícios decorrentes da linguagem oral ou desconhecimento etimológico;

– vícios de eufonia (cacófatos e outros);

– ordenação sintática e hierarquização das ideias;

– Revisão de provas gráficas;

– Revisão do texto já diagramado em formato de página, checando não só erros de português como inconsistências de tipologia, espaços a mais ou a menos, numerações e problemas de paginação.

Vale ressaltar que todos esses processos podem ser personalizados. O procedimento explicado neste post se refere, basicamente, ao processo que ocorre em editoras. Na verdade, o tipo de Revisão e a maneira que esta ocorrerá dependerá das estratégias de Revisão de Texto do Revisor, de sua oferta de serviço (eu, por exemplo, ofereço um serviço intitulado Revisão Crítica) e do próprio autor.

Revisão acadêmica

Busca, grosso modo, pela uniformização de normas gramaticais de textos acadêmicos de maneira a trazer linguagem formal (mas há certa oscilação de uma área para outra. No caso da área do Direito, os pesquisadores têm uma linguagem mais específica, que, inclusive, é somente utilizada (e eu até diria limitada) por (a) eles. Algumas áreas, especialmente áreas de humanas, aceitam uma linguagem menos “carregada” e eu diria “acessível”, em que é permitido, inclusive, o uso de primeira pessoa do singular (eu).

Revisão técnica

Requer a interferência crítica de um especialista em relação ao conteúdo do texto, buscando desconstruí-lo e invalidá-lo, para que ele tenha (ou não) validade, representando um importante recurso para os autores.

Revisão final

– Refere-se à última leitura do texto antes da entrega. Verifica erros e imprecisões remanescentes.

A fim de organizar a rotina de trabalho, favorecendo o treinamento dos profissionais em formação e garantindo a padronização em equipes de trabalho, sugere-se a utilização de uma lista de checagem. Nenhuma lista de checagem é completa ou perfeita, elas se sobrepõem e se complementam.

Checagem objetiva

Primeira etapa: busca corrigir os erros de textos em versão eletrônica, eliminando as inadequações recorrentes deste tipo de redação e edição pelo autor.

Segunda etapa: objetiva sanar as inadequações mais comuns, que ocorrem em abundância em quase todos os textos, devem ser procurados de forma sistemática ao longo do trabalho. Como o abuso de pronomes e artigos indefinidos, uso inadequado de comparativos, entre outros.

Checagem subjetiva

Compreende aspectos que somente a leitura atenta do texto inteiro pode proporcionar.

Há vários outros tipos e técnicas de Revisão de Texto. Cada Revisor trabalho de uma maneira.

A seguir, algumas reflexões que podem ser utilizadas como guia de checagem.

– O texto é amigável, incluindo apenas o que o leitor precisa saber?

– O texto apresenta uma tese ou um propósito?

– Os parágrafos se relacionam com a tese ou propósito?

– Os detalhes de cada parágrafo se relacionam com a ideia central?

– Alguns detalhes devem ser movidos para outro parágrafo?

– Há uma frase de conclusão para o parágrafo?

– Há transição entre os parágrafos?

– O verbo concorda sempre com o sujeito?

– A escolha e posição dos pronomes está correta?

– As estruturas de coordenação e subordinação sintática estão corretas?

– Há orações muito longas que devem ser separadas?

– Há sequências de frases muito curtas?

– Há palavras faltando?

– Há palavras repetidas?

Share on Facebook

Mercado consumidor de Revisão de Textos

Compartilho com vocês este texto publicado pelo Sebrae sobre o mercado consumidor de Revisão de Texto. Eles trazem estatísticas reveladoras para aqueles que pretendem exercer esse ofício.

Mercado consumidor de Revisão de Textos

Os serviços prestados por um revisor de textos dependem principalmente da ampliação de seu mercado consumidor: empresas e pessoas. Para melhor qualificar esse mercado, qualquer empresa poderá demandar serviços de um revisor, seja ela uma empresas de comunicação, de serviços industriais ou mesmo restaurantes, que possua localização física ou que preste serviços apenas pela internet. Já em relação as pessoas, estas podem ser os estudantes, que necessitam de revisão em seus trabalhos de conclusão de curso ou profissionais liberais. Em qualquer dos casos, a economia ou a trajetória de crescimento de um país pode influenciar no tamanho do mercado consumidor, ainda mais quando se trata do mercado para empresa de revisão de texto, onde a demanda por serviços aumenta, conforme há aumento do número de empresas que precisa de tais serviços, que por sua vez são impulsionadas pela força da economia. Segundo o relatório do Fórum Econômico Mundial, o Brasil é um dos países que mais avança no quesito competitividade, ficando em 53º lugar no ano de 2012. Na última década, o Produto Interno Brasileiro (PIB) cresceu a uma média de 3,6% enquanto a média mundial cresceu 2,55%, mostrando que o país vem resistindo às crises internacionais, que exigiram da economia nacional constantes adaptação e respostas rápidas. (Banco Mundial)

O dinamismo da economia brasileira pode ser observado em setores como o editorial, que é muito pequeno quando comparado aos demais, mas que demonstra que há espaço para crescimento, fato que depende de mudanças culturais.

Segundo dados de pesquisa realizada pelo Instituto IBOPE, em 2011, o setor de livros, da qual a revisão de textos faz parte, movimentou cerca de 7,2 bilhões de reais, das quais as classes A e B representam cerca de 73% desse total.

Outro público potencial para o revisor de textos, que também pode ser considerado um canal de comunicação, é a internet e os computadores, que expões seus textos e comercializam seus produtos, no caso de empresas. Segundo dados da Agência Brasil, os usuários de internet no Brasil já somam 99 milhões no fim de 2011, e o tempo de uso também está crescendo, segundo especialistas. Já no caso do número de estudantes, dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), ligado ao Ministério da Educação, apontam para o crescimento do número de alunos entrantes e concluintes nos cursos de graduação, em 2006 ingressaram cerca de 1,4 milhões de alunos enquanto em 2010 esse número passou para 1,5 milhões, um aumento de 9,7%. Já para o número de concluintes, em 2006 o número era de 736 mil alunos e em 2010 passou para 829 mil, um aumento de 12,5%. Tais números demonstram que esse público e potencial cliente do revisor de textos tem ampliado cada vez mais. O mesmo vem ocorrendo com o número de empresas, conforme apontado pelo Cadastro Nacional de Empresas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na qual em 2006 havia cerca de 4,3 milhões de empresas e em 2010 o total estava pouco acima de 5,1 milhões, um aumento de cerca de 19%. Toda essa vitalidade econômica contribui para a ampliação do mercado de revisão ortográfica e gramatical de textos.

MERCADO CONCORRENTE

Tendo em vista o crescimento econômico e, por sua vez, a demanda por serviços de revisor de texto, espera-se uma maior concorrência no mercado de revisão textual. Não há, contudo, dados concretos desse mercado. Porém, dados do INEP (2010) apontam que desde de 2006 há uma redução vertiginosa do número de concluintes no curso de bacharelado em letras, um dos profissionais que podem atuar no ramo de revisor de texto. Em 2006, o número de concluintes foi de 6.811 pessoas, enquanto em 2009 o total foi de 2.662, ou seja, uma redução de cerca de 60%.

Apesar de ser um mercado em crescimento, verifica-se que há uma redução de potenciais concorrentes. Assim, sugere-se que há espaço para crescimento do mercado ao mesmo tempo que há baixa concorrência. O importante para o empreendedor é analisar exatamente qual o seu público-alvo e efetuar pesquisas sobre possíveis concorrentes em seu estado ou região. Assim, poderá buscar elementos mais precisos para a tomada de decisão sobre qual público focar.O mais importante nesse mercado é possuir um bom grupo de profissionais, associados, parceiros ou colaboradores, com bastante conhecimento, qualidade e prazo de entrega, sendo estes os grandes diferenciais em relação aos seus concorrentes.

MERCADO FORNECEDOR

O insumos necessários para a prestação de serviços de revisão de textos são muito simples, sendo o mais importante o conhecimento da pessoa que irá efetuar a revisão textual e itens como computadores e softwares. No primeiro caso, não há problemas de insumo caso o próprio empresário for efetuar a revisão. Já para a opção de se estruturar uma pequena empresa, o futuro empreendedor deverá buscar profissionais qualificados que desejam trabalhar ou para alguém ou em parceria. Nesse sentido, a qualidade do profissional a ser contratado é item fundamental a ser considerado. Outro insumos, como computadores e softwares são facilmente adquiridos no mercado brasileiro e não se apresentam como itens que podem influenciar o negócio em questão.

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-um-servico-de-revisao-de-textos,7a487a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD

Share on Facebook

Cursos de Revisão de Textos

Cursos de Revisão de Textos

Se você deseja atuar na área de Revisão de Textos, é fundamental que você tenha alguma formação específica nessa área (curso, especialização, mestrado). Também acredito (como Linguista, Professor e Revisor de Textos) que seja importante formação na área de letras. Nunca ouvi falar sobre curso de graduação em Revisão de Textos no Brasil, deve haver algum, mas é mais comum encontrar, simplesmente, cursos com duração de alguns meses ou até um ano, cursos de especialização (eu mesmo cursei uma especialização nessa área em Brasília) e, também, curso de mestrado e mestrado profissional.

Estratégias para a escolha do curso

Antes de pesquisar, (re)veja as suas expectativas e avalie, principalmente, o currículo dos cursos. Muitos estudantes entram, desinformados, em cursos de Revisão de Texto e se frustram. Alguns cursos de pós-graduação (lato sensu) são completamente teóricos e aplicados ao desenvolvimento de pesquisa (mas têm o seu valor), ou seja, são cursos para formar pesquisadores. Outra questão importante a ser mencionada refere-se ao fato de que os cursos de Revisão de Texto oferecidos por universidades, geralmente, são mais acadêmicos, ou seja, eles se assentam, especialmente o currículo destes, em disciplinas acadêmicas do dito “tronco duro” da linguística (morfologia, sintaxe…), na linguística aplicada e na linguística textual. Busque, também, por cursos que ofereçam prática em Revisão de Texto (eu também acredito que um estágio na área seja fundamental. Eu mesmo fui treinado, durante um ano e alguns meses, em um programa de estágio do Supremo Tribunal Federal, em Brasília-DF, seção de Revisão e formatação de textos; experiência MA-RA-VI-LHO-SA).

Atenção às disciplinas dos cursos

O ponto positivo que percebi a respeito dos cursos que fiz para melhorar a minha formação em Revisão de Texto, em nível de graduação (letras), especialização (Revisão de Texto) e mestrado (texto), refere-se às grandes contribuições de disciplinas da Linguística para pensar, criticamente, textos, organizar as estratégias de Revisão, bem como interagir melhor com o cliente, o autor. Por outro lado, observei algumas lacunas nesses cursos em relação ao conhecimento de normas formais de uso da Língua Portuguesa. Na verdade, algumas instituições oferecem o curso com a concepção de que o estudante já tem domínio das normas da prestigiada gramática normativa. Eu consegui aproveitar bastante a minha formação, pois fui Professor de Língua Portuguesa e de Redação, e sempre tive a obrigação de saber normas gramaticais (especialmente nos locais onde trabalhei).

O conhecimento da área de linguística trouxe para mim um certo confronto com algumas questões gramaticais e me abriu a percepção para pensar o texto de uma maneira que eu jamais chegaria à reflexão sozinho. Pude compreender, por exemplo, que não existem, apenas, as normas estabelecidas pela gramática normativa, mas várias normas na Língua que se adequam a vários contextos e usos de linguagens (+ ou – informais) e que, como Revisor de Texto, é possível buscar por uma uniformização dessas normas, caso o objetivo do autor do texto seja atingir determinada linguagem, e que ela deve ser pensada de acordo com cada gênero textual, público-alvo, contexto e intenção do autor. Os cursos também me trouxeram reflexão para compreender os limites de minha própria prática, que, às vezes, se mistura com outras áreas.

Outros cursos, com duração inferior ao curso de graduação, trazem uma perspectiva mais gramatical e limitada, como se as únicas normas de uso do Revisor fossem as mais formais, relacionadas à gramática normativa, o que não é verdade, embora estas sejam mais prestigiadas. Outra limitação refere-se ao fato de que o conhecimento de normas gramaticais, relativas à gramática normativa, não será suficiente para que você reflita, como Revisor, juntamente ao autor do texto, acerca de questões mais complexas ao ofício de Revisão (não entrarei em detalhes neste post), o que exige conhecimento acerca da ciência que estuda a Língua, a Linguística.

O lado positivo desses cursos se refere ao fato de, muitas vezes, estes ofertarem prática de Revisão de Textos, em que o Revisor terá treinamento e receberá feedback dos Professores a respeito de suas revisões, bem como contato com disciplinas que tratam sobre softwares que auxiliam o processo de Revisão e permitem uma interação mais engajada, no processo de Revisão de Texto, com o autor.

Há outras opções relativa a cursos online de profissionais na área. Eu ofereço um curso de formação para Revisores de Texto, mas o material ainda está em desenvolvimento. Assim que eu tiver finalizado a redação deste, atualizarei o meu site com o link para compra. Atuo como Revisor há mais de dez anos.

A minha experiência

Sempre tive interesse em cursar uma pós-graduação na área de linguística textual, mas não encontrei muitas opções na época em que decidi fazer especialização e mestrado em Brasília (sim, eu cursei especialização e mestrado ao mesmo tempo, este de manhã e tarde, e aquela à noite). Ao analisar os currículos dos cursos, não encontrei muito suporte na linguística textual propriamente dita, não havia ao menos uma disciplina nos currículos dos cursos referente a esse ramo (embora eu tenha lido várias obras relativas a essa área durante a minha formação como Revisor); portanto, decidi buscar por suporte na análise de discurso crítica, na sociolinguística internacional e na semiótica social (eram as áreas que mais me interessavam no departamento de minha instituição: Universidade de Brasília (UnB) e Uniceub (Centro Universitório de Brasília, onde cursei mestrado e especialização, respectivamente. Fiquei muito satisfeito com os cursos. As discussões acrescentaram muito à minha formação. Inclusive, a minha orientadora de mestrado trouxe grandes contribuições para a minha formação como Revisor de Textos, o que me permitiu ressignificar a minha prática profissional, especialmente em relação a Revisão de textos acadêmicos.

Cursos de Revisão de Texto

Em Brasília, há o curso de especialização latu senso de Revisão de Texto, oferecido pelo Uniceub. O curso é bom, mas, para aqueles que não têm domínio de uso de normas formais, talvez não seja a melhor opção. É um curso (ao menos quando eu me formei, em 2011/12, não me lembro mais rsrs) com proposta mais acadêmica. Eu acredito que esse curso seja interessante para aqueles que têm uma base de formação na área de Revisão de Texto. Se você não tiver domínio de regras gramaticais, questões estilísticas, pode não ser o curso ideal para você.

De qualquer maneira, curso algum deve se responsabilizar pelo profissionalismo do Revisor. A formação auxilia o profissional, sim, mas é preciso, sempre, ir além e buscar por cursos de atualização, bem como exercer o ofício de Revisão, para lidar com questões “reais” acerca do texto. Segue uma lista com alguns cursos de Revisão de Texto online e presencial, não tenho muito a dizer sobre eles, busque pela descrição de cada um, veja o currículo  destes e tire as suas próprias conclusões. A análise do currículo deve, com certeza, nortear a sua escolha.

A distância: http://unyleya.co.ao/pos-graduacao/curso/revisao-pratica-texto/
Rio de Janeiro: http://www.cce.puc-rio.br/sitecce/website/website.dll/folder?nCurso=capacitacao-para-revisores-de-traducoes&nInst=cce

Belo Horizonte: http://www.pucminas.br/Pos-Graduacao/IEC/Cursos/Paginas/Revisao-de-Textos-Pra%C3%A7a%20da%20Liberdade_5.aspx?moda=5&polo=7&curso=217&situ=1

Brasília: https://www.uniceub.br/cursos/mais/pos-graduacao/revisao-de-texto/sobre-o-curso.aspx

Taquara (RS): https://www2.faccat.br/portal/?q=node/2598 (link ilustrativo, procure no Google “Revisão e Avaliação de Textos Faccat + ano” – as aulas começam em maio)
Bacharelado em Pelotas/RS: http://wp.ufpel.edu.br/rrt/curso/

Curitiba: http://www.fae.edu/cursos/?cid=94886051

Obs: não acredito que você deva cursar um curso no exterior (mais teórico) para atuar como Revisor de Textos que foram redigidos em Língua Portuguesa do Brasil. Acredito que cursos em Portugal são completamente dispensáveis para a nossa realidade linguística.

Share on Facebook

Revisão de Textos em Brasília-DF

Revisão de Textos em Brasília-DF

Procura por Revisão/Revisor de Textos em Brasília-DF? Então, eu posso lhe ajudar. Meu nome é Anderson Hander, sou Revisor de Textos (Currículo). Atuo há dez anos na área de revisão. Sou formado pela UnB (Universidade de Brasília) na área de Letras, especialista em Revisão de Textos pelo Uniceub (Centro Universitário de Brasília) e mestre em Linguística, na área de texto, também, pela UnB. Revisei, nos últimos anos, mais de 50 mil laudas relativas a gêneros textuais diversos, especialmente gêneros acadêmicos. Também fui treinado por um programa de estágio na área de Revisão de Texto pelo Supremo Tribunal Federal, seção de Padronização e Revisão de Textos (anexo 2). Revisei textos para diversas instituições nacionais e internacionais, entre elas a Organização das Nações Unidas (OnU). (Alguns trabalhos revisados para estudantes e pesquisadores de Brasília-DF). Tenho mais de 15 atestes de capacitação técnica e registro no CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Serviços e valores

1 – Formatação (conforme a ABNT, APA, Vancouver ou manual desejado):R$ 4,00 a lauda.

2 – Revisão ortográfica e gramatical:R$ 5,00 a lauda.

3 –  Revisão ortográfica e gramatical  + formatação (ABNT ou manual desejado):R$7,00 a lauda.

4 –  Revisão crítica: 10,00 a lauda.

5 – Revisão crítica + formatação (conforme ABNT ou manual desejado): R$ 12,00 a lauda.

Contatos

Celular: (61) 91236091 (Whatsapp)

E-mail: servicos@criteriorevisao.com.br

Share on Facebook

Revisão de Textos em Brasília

Revisão de Textos em Brasília

O ofício de Revisão de Texto não se restringe, apenas, a alterações gramaticais, mas consiste também em intervenções/sugestões estilísticas (é claro que isso depende do tipo de serviço contratado. Eu, por exemplo, cobro valores diferenciados para reescrever períodos mal elaborados e fazer alterações estilísticas). O que, de fato, o Revisor não deve fazer é intervenções de sentido, mas ele pode sugerir ao autor reflexão acerca de sentido de alguma oração, pode deixar comentários (se ele souber o que está fazendo, por que não?). O autor não deve se sentir ofendido em relação a esses mensagens, porque elas são contribuições e não confrontos com o autor, que, muitas vezes, considera-se “detentor supremo da verdade acerca do que ele escreve”.

O serviço que intitulo, por exemplo, como Revisão Crítica, busca, também, trazer contribuições nesse sentido aos autores. Faço uma leitura crítica e profunda sobre o texto deste, deixando comentários, dicas, sugestões, faço questionamentos aos autores, com base em minha experiência e vivência, levando-os à reflexão para (des)construção de seu próprio texto. Bom Revisor é aquele que desconfia e, nesse processo, mensagens deixadas ao autor são importantes, o processo de estruturação de um texto é muito complexo e subjetivo, o Revisor precisa, de alguma maneira, mesmo que seja por meio de mensagens, interagir com o autor em alguns casos. Alguns autores com posicionamento absoluto sobre o Ofício de Revisão esperam que Revisores façam serviço completamente absoluto ou objetivo (no caso de questões pontuais de ortografia e gramática), mas há, também, questões subjetivas em textos que são importantes. Um texto pode conter períodos incompletos, pode haver falhas de outra ordem e, se o Revisor ao menos não indicar essas questões ao autor, ele será omisso e isso é um grande erro, mesmo que ele não tenha sido pago, ele deve, ao menos, sinalizar algumas problemas no texto dos autores.

____________________________________________

Serviços e valores

1 – Formatação (conforme a ABNT, APA, Vancouver ou manual desejado):R$ 4,00 a lauda.

2 – Revisão ortográfica e gramatical:R$ 5,00 a lauda.

3 –  Revisão ortográfica e gramatical  + formatação (ABNT ou manual desejado):R$ 7,00 a lauda.

4 –  Revisão crítica: 10,00 a lauda.

5 – Revisão crítica + formatação (conforme ABNT ou manual desejado): R$ 12,00 a lauda.

________________________________________________

Contatos

Telefone: (61) 91236091 (Whatsapp) (entre em contato no horário comercial)

E-mail: andersonhander@gmail.com ou servicos@criteriorevisao.com.br

https://www.facebook.com/profile.php?id=10000684772613

#Revisão de Textos em Brasília

Share on Facebook

Revisão de Texto Anápolis

Revisão de Texto Anápolis

Revisão de Texto Brasília

Valores e serviços

Oferecemos os seguintes serviços:

1 – formatação (conforme a ABNT ou manual desejado): 4,00 reais a lauda. Inclui formatação conforme as Normas da ABNT ou manual desejado;

2 – revisão ortográfica e gramatical: 5,00 reais a lauda. Inclui revisão ortográfica conforme o Novo Acordo Ortográfico, aspectos de concordância/regência nominal e verbal, crase, pontuação e outros aspectos gramaticais relativos à linguagem do gênero textual proposto;

3 –  revisão ortográfica e gramatical  + formatação (ABNT ou manual desejado): 7,00 reais a lauda.  Inclui revisão 1 + formatação (ABNT/outros);

4 –  revisão crítica: 10,00 reais a lauda. Inclui revisão 1, além de sugestões estilísticas, *reescrita/sugestão de reescrita de parágrafos mal elaborados, adequação vocabular, progressão textual e aspectos de coesão e coerência. Essa revisão também inclui sugestões e dicas em relação ao gênero textual proposto.

5 – revisão crítica + formatação (conforme ABNT ou manual desejado): 12,00 reais a lauda.  Inclui revisão 4 e contempla algumas questões relativas à padronização de seu texto que não são estabelecidas, por exemplo, pelas normas da ABNT (ou pela maioria dos manuais universitários) e por manuais gramaticais ou ortográficos, como é o caso de uniformização de siglas, uniformização de pontuação ao final de enumeração, uniformização de iniciais minúsculas ou maiúsculas, uniformização de extensão de parágrafos, enfim, questões relacionadas à lógica organizacional do próprio texto e de seus elementos.

Obs: 1 lauda = 1.300 caracteres

* Em função do conteúdo do texto, alguns períodos terão de ser reescritos pelo próprio autor.

Em arquivo Word, as alterações são marcadas por meio da ferramenta REVISÃO. Em alguns casos, haverá sugestões em caixas de comentários do documento, que precisam de mediadas pelo escritor. Após a finalização de nosso serviço, basta ACEITAR ou RECUSAR as alterações realizadas(em caso de dúvidas, nós iremos auxiliá-lo(a), nesse processo).

Esse processo é importante para que você visualize as alterações feitas em seu texto para compará-las, se desejar, com o seu texto original.

Em arquivo Pdf, há apenas sugestões de reescrita em caixas de comentário.

Se você desejar personalizar essa etapa, envie-nos a sua sugestão e as marcações da revisão serão adequadas às suas necessidades. Caso seja solicitado, também oferecemos pacotes de revisão personalizados. Envie-nos um e-mail para solicitar um orçamento.

O seu texto será lido por dois revisores, o que garante maior eficácia à revisão.

ATENÇÃO: NÃO oferecemos “revisões infinitas”. Cada revisão custa um valor. Consideramos revisão de texto como um processo e não como um resultado absoluto, quantitativo e positivista. Não compartilho do pensamento de alguns que consideram-me como um MESSIAS de seus textos mal escritos, um Zaratustra vernáculo cimarrón que faz “milagres textuais”. O texto, antes de qualquer revisão, é produto da subjetividade humana e a linguagem de cada texto depende do gênero textual proposto.

Contatos

Telefone: (61) 99801-6596 (Whatsapp)

Skype: criteriorevisaotextual

E-mail: andersonhander@gmail.com ou servicos@criteriorevisao.com.br

Instagram: @criteriorevisao (siga-nos!)

Aguardamos o seu contato.

Share on Facebook