Formulação de problema de pesquisa

O problema é formulado, geralmente, em formato de questionamento. Algumas áreas, inclusive, utilizam o termo “questionamento(s)” de pesquisa e isso já seria o seu “problema”.

Conceba o problema como uma questão científica não resolvida e que pode ser levada para discussão. O problema de pesquisa não necessariamente precisa ser um “problema” a ser “resolvido”.

Às vezes, você, como pesquisador(a), também não conseguirá trazer uma solução para o “problema”, mas o seu trabalho, já apontando o “problema”, pode ser bastante significativo para uma solução futura por parte da comunidade científica de sua área.

Para Kerlinger (1980, p.35) o problema consiste em “uma questão que mostra uma situação necessitada de discussão, investigação, decisão ou solução”.

Para formular o seu problema, você deve pensar o seguinte em relação ao seu objeto de estudo/recorte temático:

• Qual é o meu objeto de estudo? Quais as características deste?

• Quais suas causas? Quais suas consequências (se houver?)?
Pense, também, o seguinte para formular o seu problema:

• O problema é relevante em termos sociais e científicos?

• Mesmo que seja relevante, o problema é viável de ser investigado em termos financeiros e em relação ao período de pesquisa durante o mestrado?

Lembre-se de que você deve formular “problemas” específicos, para que consiga realizar a sua pesquisa. Você, como pesquisador, não dará conta de toda a realidade a sua volta, então, é preciso recortar o seu tema e, mesmo após o recorte, formular o problema, o que seria o enfoque mais aprofundado da sua pesquisa.

Lembre-se, também, de que o recorte temático deve estar relacionado, necessariamente, aos objetivos gerais e específicos, bem como à justificativa e a metodologia do trabalho.

Continua a leitura desse texto, caso tenha gostado. Adquira o meu e-book neste link: GUIA PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETO DE MESTRADO.

Pré-projeto de mestrado

# Problema de pesquisa

 

Share on Facebook